nde-ed.org Indice ROCarneval

EC36 - Inspeção por Correntes Parasitas Pulssada

traduzido do sítio: http://www.nde-ed.org/EducationResources/HighSchool/Magnetism/Physics/pulsedecinspection.php

As técnicas convencionais de inspeção por correntes parasitas usam corrente elétrica alternada senoildal com uma determinada freqüência para excitar a sonda. A técnica de correntes parasitas pulsada usa tensão em níveis ("step function") para excitar a sonda. Na figura abaixo mostra-se o gráfico da voltagem de excitação com uma função quadrado fornecendo a  sonda durante um tempo e deixando a sonda sem excitação por um tempo enquanto aguarda a resposta do material ensaiado. A vantagem de usar esse tipo de tensão é que ela contém espectro de frequências (a tensão possui em sua onda várias componentes com frequências variáveis). Como resultado, a resposta eletromagnética a várias frequências diferentes pode ser medida com apenas uma única varredura. Uma vez que a profundidade de penetração depende da frequência de excitação, informações de uma variedade de profundidades de penetração podem ser obtidas de uma só vez. Se as medições forem feitas no domínio do tempo (ou seja, olhando para a intensidade do sinal em função do tempo), as indicações produzidas por falhas ou outras características próximas à bobina (rasas em profundidade) de inspeção serão vistas primeiro (tempo) e características mais distantes (profundas) serão vistas mais tarde no tempo.

Para melhorar a intensidade (amplitude) e facilitar a interpretação do sinal, um sinal de referência geralmente é coletado, ao qual todos os outros sinais são comparados (semelhantemente a técnica de balancear a sonda na inspeção convencional de correntes parasitas). Falhas, mudanças de condutividade e mudanças dimensionais produzem uma mudança no sinal e uma diferença entre o sinal de referência e o sinal de medição que é exibido. O afastamento (distância) da falha e de outras características do material relativas à sonda farão com que o sinal mude no tempo. Portanto, técnicas amostragem temporal (uso de janela na inspeção ultrassônica, "gating") podem ser usadas para obter informações sobre a profundidade de uma característica de interesse.

Informações adicionais de fundo sobre a técnica de correntes parasitas pulsada podem ser vista na próxima página.


https://rocarneval.neocities.org/EC_36-PEC.html

PÁGINA ANTERIOR https://rocarneval.neocities.org/EC_35-Swept.html

PRÓXIMA PÁGINA https://rocarneval.neocities.org/EC_37-Background.html

ÍNDICE https://rocarneval.neocities.org/EC_00-Indice(CP).html