nde-ed.org Indice ROCarneval

EC05 - Fluxo de Corrente Elétrica e a Lei de Ohm

traduzido do sítio: http://www.nde-ed.org/EducationResources/HighSchool/Magnetism/currentflow.php

A lei de Ohm é a lei básica mais importante da eletricidade. Define a relação entre as três quantidades elétricas fundamentais: corrente, tensão e resistência. Quando uma tensão é aplicada a um circuito contendo apenas elementos resistivos (ou seja, sem bobinas, ou capacitores), a corrente flui de acordo com a Lei de Ohm, que é mostrada abaixo.


I = V / R Circuito Puramente Resistivo

Onde:  
I =
Corrente Elétrica (Amperes)
V =
Voltagem (Volts)
R =
Resistência (Ohms)


A lei de Ohm estabelece que a corrente elétrica (I) fluindo em um circuito é proporcional à tensão (V) e inversamente proporcional à resistência (R). Portanto, se a tensão for aumentada, a corrente deverá aumentar, para que a resistência do circuito não mude. Da mesma forma, aumentar a resistência do circuito diminuirá o fluxo de corrente se a tensão não for alterada. A fórmula pode ser reorganizada para que a relação possa ser facilmente vista para todas as três variáveis (V = I / R; R = V / I).

Baixa Resistência
Média Resistência
Alta Resistência
Baixa Resistência

Média Resistência
©EddyFi
Alta Resistência


Na experiência mostrada na figura abaixo cada um desses três parâmetros na Lei de Ohm é variado para que se veja o efeito sobre os outros dois parâmetros. A corrente e a tensão são mostradas como seriam exibidas em um osciloscópio com o eixo X sendo o tempo e o eixo Y sendo a amplitude (intensidade) da corrente ou tensão. A Lei de Ohm é válida tanto para corrente contínua (CC) quanto para corrente alternada (CA). Note que nos circuitos AC que consistem em elementos puramente resistivos, a corrente e a tensão estão sempre em fase entre si.


Situação 1: Variação única da voltagem da fonte de FEM CC de 0 a 100 Volts e observação da variação da corrente de 0 a 0,02 Amperes, para uma resistência fixa de 5000 Ohms.
Lei de Ohms Demo
Situação 2: Variação única da resistência do circuito de 10000 Ohms para 0 Ohms e observação da variação da corrente de 0005 a INFINITO Amperes (condição de curto circuito), para uma FEM CC fixa de 50 Volts.
Lei de Ohms Demo

Situação 3: Variação única da voltagem da fonte de FEM CA de 0 a 100 Volts e observação da variação da corrente de 0 a 0,02 Amperes, para uma resistência fixa de 5000 Ohms.

Lei de Ohms Demo
Situação 4: Variação única da resistência do circuito de 10000 Ohms para 0 Ohms e observação da variação da corrente de 0005 a INFINITO Amperes (condição de curto circuito), para uma FEM CA fixa de 50 Volts.
Lei de Ohms Demo

Os valores das grandezas elétricas podem ser vistos nas caixas de diálogo

Para exercitar a influência das variáveis da lei de Ohm, acessar a planilha em:

https://drive.google.com/file/d/1FWyDm5GVnbrSvrvFZ6vJQm_z35VQPcXp/view?usp=sharing

Ou, clique aqui para executar esse aplicativo JavaScript da Lei de Ohm no próprio sítio do NDT Resource Center.

Use o aplicativo interativo na internet para investigar a relação das variáveis na lei de Ohm. Varie a tensão no circuito clicando e arrastando a seta, que está marcada com o V. A resistência no circuito pode ser aumentada arrastando a seta sob o resistor variável, que é marcado R. Observe que a escala vertical da tela do osciloscópio se ajusta automaticamente para refletir o valor da corrente (com base no cálculo da Lei de Ohm).

Veja o que acontece com a tensão e a corrente à medida que a resistência no circuito é aumentada.

O que acontece se não houver resistência suficiente em um circuito?

Se a resistência for aumentada, o que deve acontecer para manter o mesmo nível de fluxo atual?

https://rocarneval.neocities.org/EC_05-LeiOhm.html

PÁGINA ANTERIOR https://rocarneval.neocities.org/EC_04-PropElet.html

PRÓXIMA PÁGINA https://rocarneval.neocities.org/EC_05-LeiOhm.html

ÍNDICE https://rocarneval.neocities.org/EC_00-Indice(CP).html